Mel: das flores à mesa, alimento traz benefícios à saúde!

O mel é um alimento natural produzido a partir do néctar das flores e processado pelas enzimas digestivas das abelhas. Ele é consumido pela humanidade há mais de 10 mil anos e apresenta propriedades medicinais, que a ciência moderna já confirmou. A Unibem destacou alguns benefícios do mel, para que você possa incluí-lo na alimentação:

Antioxidantes – O mel contém vitaminas dos Complexos B e C, que tornam difícil a oxidação das células, ajudando a retardar o envelhecimento.

Pressão arterial e coração – O mel é capaz de aumentar o fluxo sanguíneo e reduzir a formação de coágulos; ajuda na diminuição da pressão arterial e previne doenças cardíacas.

Colesterol – O mel combate o colesterol alto, diminui os níveis de colesterol “ruim” (LDL) e aumenta o colesterol “bom” (HDL).

Sistema imunológico – Rico em flavonoides, ácido fenólico e ácido clucônico – compostos com ação antibacteriana, especialmente contra a haemophilus influenzae, responsável por infecções do sistema respiratório.

Saúde gastrointestinal – Favorece as bactérias boas do intestino e é benéfico à digestão. Pode ser usado para tratar problemas digestivos e previne úlceras gástricas.

Sintomas da gripe – O mel reduz a inflamação da garganta e alivia a tosse, melhorando o sono.

Dicas de consumo: 01 colher de sopa por dia. Pode ser consumido com iogurtes, frutas e cerais, servir de adoçante ou fazer parte de receitas.

Contraindicações: Não deve ser dado a crianças menores de um ano (por não terem o sistema imunológico completo). Pessoas diabéticas, alérgicas e intolerantes à frutose, devem evita-lo.